Apoiar e rentabilizar a agricultura


Criado no ano de 2010, a Samuel Salgado é uma empresa sediada em Beja que trabalha com o intuito de oferecer aos agricultores um acompanhamento sólido para a rentabilização das suas culturas. Samuel Salgado Produtos Agrícolas e Samuel Salgado Máquinas Agrícolas são as duas marcas desta empresa de referência no seu setor, marcas estas que se complementam para oferecer aos agricultores as mais sólidas soluções do mercado.


A Samuel Salgado nasceu no mercado pela necessidade do seu fundador Samuel Salgado criar um “projeto novo e diferente”. Inicialmente com uma equipa composta por três pessoas a trabalhar na sua sala de jantar e com duas carrinhas de caixa aberta, rapidamente esta empresa começou a crescer, contando atualmente com 12 colaboradores na estrutura, num ambiente feliz e familiar.


“Damos apoio técnico aos agricultores, tentamos em conjunto encontrar soluções para que a agricultura seja mais rentável e económica, dentro daquilo que achamos que está mais correto do ponto de vista técnico, para que a margem do agricultor seja a melhor”, explicou Samuel Salgado, salientando que na área do regadio trabalham com o olival e o amendoal e, paralelamente, também com cereais, milho, vinhas, apoio técnico e de negócio. Mais recentemente está em marcha um projeto de máquinas agrícolas como forma de responder de uma forma mais efetiva à necessidade dos clientes, a Samuel Salgado Máquinas Agrícolas. “A nossa vantagem é que podemos contratar técnicos de qualidade, eu quero que os agricultores nos vejam como uma entidade que dá opinião e resolve problemas. No entanto, o mundo das máquinas não é para nós uma realidade distante, uma vez que desde o início que trabalhamos com uma marca de vibradores de Olival a ’Speedo’”, esclarece o empresário.


A estratégia da Samuel Salgado passa por alargar cada vez mais os seus serviços aos agricultores da região. “Recentemente abrimos um armazém em São Manços, pois sentimos necessidade de um ponto de apoio aberto ao público numa zona que se torna distante da sede e onde fazemos também assistência técnica. Assim, nessa área temos um ponto de venda e um técnico que apoia mais diretamente os agricultores”, explicou o fundador.