JMS: Empresa de referência em mobiliário hospitalar


A JMS dedica-se ao fabrico e comercialização de material hospitalar e geriátrico, iniciando a sua atividade em 1991. Nasceu com uma atitude séria e dedicada, colocando-se desde cedo num patamar de excelência dentro do seu sector de atividade. Líder de mercado na sua área, assume como principal preocupação a satisfação total de todos os seus clientes. Satisfação assente em fatores como a qualidade dos produtos, a ergonomia, a segurança e o conforto. Estes são critérios fundamentais e sempre presentes no trabalho desenvolvido por esta empresa.

 

Desde a sua génese, a JMS procura tirar o máximo proveito de todos os recursos disponíveis, para criar equipamentos com qualidade irrepreensível. Só assim consegue colocar-se no patamar cimeiro dentro do mercado em que opera. José Marques da Silva, fundador da JMS, começou a laborar com a ajuda de um único colaborador, em exíguas instalações (apenas 190 m2), localizadas em Avanca, onde produziam carrinhos-de-mão para a lavoura. O crescimento foi acontecendo de forma natural e gradual, fruto do trabalho desenvolvido e qualidade reconhecida. No ano de 2007 a JMS inaugurou as suas novas e atuais instalações, com 9.000m2 de área coberta. Aqui são produzidos diversos equipamentos para a área hospitalar, geriátrica e para a área da fisioterapia, a mais recente aposta da empresa. “Estamos a crescer de forma sustentada, temos recrutado mais trabalhadores, e continuamos a ganhar quota de mercado, quer nacional quer externo. Entrámos pela primeira vez em alguns mercados e estamos a consolidar outros, já nossos conhecidos”, admitiu Paula Alexandra Silva, administradora de todo o universo da JMS, com o apoio da sua irmã, Marta Daniela Silva, ambas filhas de José Marques da Silva (fundador). “Neste momento sentimos necessidade de uma reformulação na operacionalização e otimização da produção, transpondo alguns obstáculos, de forma a garantir o cumprimento dos compromissos perante os nossos clientes, procurando superar as suas expectativas quanto à qualidade e aos prazos de entrega”, admitiu Paula Silva. Salientou que atualmente a JMS está a trabalhar na reorganização de toda a parte logística, cumprindo com um prazo de entrega standard de 15 dias, prazo este que quer encurtar; os artigos de maior rotatividade poderão ser entregues em 24 a 48h. Com uma estrutura composta por 90 colaboradores efetivos, a JMS obteve um volume de faturação, no ano transato, que ultrapassou os seis milhões de euros (65% no mercado interno e 35% no mercado externo). “Nós temos muita diversidade de artigos, o que representa uma vantagem competitiva relativamente a outras empresas do setor, cujo leque é mais restrito. 

 

“Neste momento sentimos necessidade de uma reformulação na operacionalização e otimização da produção, transpondo alguns obstáculos, de forma a garantir o cumprimento dos nossos compromissos perante os nossos clientes, procurando superar as suas expectativas quanto à qualidade e aos prazos de entrega”

 

O facto de produzirmos à medida do cliente também faz a diferença e é bastante valorizado por quem nos procura. Se o cliente precisa de uma cama, ou outro artigo da nossa gama de produtos, com estrutura e dimensões específicas, nós produzimos, sempre com garantia de qualidade e cumprimento dos prazos acordados”, explicou a administradora. Salientou ainda que esta mais-valia permite à JMS posicionar-se no patamar cimeiro dentro dos mercados onde está inserida, afigurando-se também, por esses motivos, como a primeira opção do cliente. Todos os colaboradores da JMS assumem como sua a missão da empresa: criar e desenvolver o melhor produto do mercado, no menor espaço de tempo, a preços competitivos, alicerçando-se em mais-valias como a qualidade, o know-how, a experiência, a flexibilidade e a celeridade em todos os processos produtivos. 

Inovação A procura assídua pela inovação é uma das centrais preocupações da administração da JMS. Na empresa a procura por novas ideias dentro do seu setor de atividade é constante, com o objetivo de oferecer aos clientes as melhores soluções do mercado. “A linha da fisioterapia está por nós a ser desenvolvida apenas há quatro anos, em resposta às solicita- ções dos nossos clientes. A nível nacional não existia nada de consistente na área da fisioterapia. Identificada a oportunidade, começámos a produzir e temos vindo a alargar o leque de produtos nesta área”, explicou Paula Silva, referindo ainda que a empresa conta atualmente com uma vasta gama de produtos para esta área, nomeadamente mesa de trabalho para reabilitação (para trabalhar mãos, pés, braços, entre outros) mesas de Bobath, barras paralelas, escadas e rampa modular, espaldares, mesa de verticalização entre outros artigos que constituem um necessário e notável contributo para a recupera- ção dos seus utilizadores finais. A JMS mantém ativa a sua aposta em material de gama hospitalar, apresentando camas mais completas, inovadoras e ajustadas às necessidades sentidas nesta área, bem como um leque alargado de produtos complementares à mesma. Na geriatria, a JMS continua a apostar no produto que vem desde a génese da empresa e está em contínuo desenvolvimento e modernização. “A nossa marca é a qualidade total dos nossos artigos, o respeito pelos prazos acordados e a garantia de cumprir todas as especificações solicitadas pelo cliente. São estas as características que nos definem, nos distinguem e pelas quais os clientes nos elegem”, evidenciou a administradora, Paula Silva.

Mercado da JMS Com o reconhecimento unânime obtido dentro do mercado nacional, esta empresa, líder na sua área de atuação, tem expandido o seu raio de ação, apostando em novos mercados e novos países, visando consolidar o seu processo de internacionalização. Os números relativos à exportação na JMS têm crescido de forma exponencial nos últimos anos, representando atualmente 35% do seu volume total de faturação. No mercado externo estão presentes em Espanha, onde a JMS vende para grandes distribuidores locais, “um mercado interessante, mas que perdeu algum vigor, devido à crise que assolou o país”. Ainda na Europa, a empresa tem presença na Alemanha, Irlanda e França, “é um mercado que estamos agora a iniciar e que consideramos ter um grande potencial de expansão”, reiterando ainda a importância da inova- ção e desenvolvimento dentro da empresa. No que diz respeito ao mercado africano, a JMS está presente em Angola, onde dispõe de distribuidores. É representada também através de clientes nacionais que exportam para este país. “Angola é um mercado grande, é um país onde ainda há muito para fazer nesta área”, admitiu a administradora, salientando ainda que toda a distribuição neste país é feita através de Luanda. O mercado de Moçambique é considerado convidativo para a empresa, estando em estudo a hipótese de criar parcerias com empresas portuguesas que exportam para este país. Referiu ainda que o Norte de África, nomeadamente Marrocos, tem também um peso significativo para a empresa. A administração da JMS, reconhecendo a importância de uma imagem forte como fator de reconhecimento, mantém a sua aposta numa regular presença em diversas feiras internacionais da área, destacando-se a “Médica Dusseldorf” na Alemanha, considerada a melhor dentro deste setor e a feira “Arab Health” no Dubai, entre outras em diversos países. “A área comercial tem efetuado bastantes contactos. Aguardamos pelos frutos dos muitos orçamentos realizados”, sublinhou Paula Silva.

Futuro “Aqui perto, na Europa, há ainda muito para explorar”, admitiu a administradora, salientando a importância de agarrar os mercados mais próximos de forma a criar uma plataforma que potencie a sua expansão. As apostas da administração da JMS para o futuro passam por incrementar o processo de exportação da empresa, consolidando e fortificando os mercados onde já marcam presença e persistir na procura de novos mercados, referindo a administradora que “esta expansão só será possível e sustentada se a empresa mantiver a tónica que desde cedo o seu fundador instituiu, tendo sempre presente a qualidade, o know-how, a experiencia, a flexibilidade e a celeridade em todos os processos produtivos”. 

 

“A nossa marca é a qualidade total dos nossos artigos, o respeito pelos prazos acordados e a garantia de cumprir todas as especificações solicitadas pelo cliente. São estas as características que nos definem, nos distinguem e pelas quais os clientes nos elegem”